Conecte-se agora

RECADO DE RODRIGO PINTO: “As mudanças vão acontecer. Ou pelo amor ou pela dor haverá alternância no comando do PMDB”

Publicado

em

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

Demonstrando conformismo em não disputar pela segunda eleição seguida, um cargo executivo pelo PMDB, o vereador Rodrigo Pinto foi entrevistado na noite de terça-feira, 24, no programa Boa Noite Rio Branco, da TV Rio Branco, afiliada do SBT. Sem esconder que sua desistência de concorrera à prefeitura de Rio Branco, teria sido causada pela negativa da executiva estadual peemedebista, Pinto disse que estaria preparado para apoiar o nome que for definido nas prévias de seu partido.

“Existem momentos que temos que observar o cenário político, as estratégias e recuar na hora em que tem que recuar e recolher as armas. Mais vale um partido forte e saudável, é isso o que eu quero no meu glorioso PMDB. Sou um militante ferrenho e quero neste momento defender a sigla partidária, para não levar prejuízo a ninguém”, disse Rodrigo Pinto.

Questionado sobre ser a segunda vez em que tentou disputar um cargo e foi preterido pela cúpula peemedebista, Pinto afirmou que “é obvio o desgaste políticos, mas é uma demonstração clara que não é fácil ganhar uma disputa interna, sem que haja apoio de membros da executiva regional, empresários e apoio político. É um processo de pequeno, médio e longo prazo”, disse o vereador exaltando que apesar da juventude aprendeu esperar pelas suas oportunidades de disputar um cargo majoritário.

Revelando o descontentamento com as decisões da direção estadual peemedebista, o vereador destacou que mudanças no comando poderiam trazer novas perspectivas para a legenda. “As mudanças vão acontecer. Ou pelo amor ou pela dor haverá alternância no comando do PMDB, nas lideranças políticas, e nós estaremos empenhados em manter um foco nesta atenção.”

Rodrigo Pinto creditou sua desistência em disputar as prévias do PMDB, como pré-candidato à prefeitura da capital, à conversas com lideranças nacionais e locais, além das notícias que mostravam uma suposta crise interna no PMDB.

“O PMDB faz parte da história do Estado do Acre. Quando esteve no poder foi um partido empreendedor que gerou emprego, melhorou a educação e investiu em saneamento. As pessoas estavam colocando claramente o desgaste desnecessário que as três pré-candidaturas estariam causando. Apesar de ser um fato positivo que oxigena o partido, as interferências de outros pessoas que fizeram ataques aos membros peemedebistas e insuflaram uma crise que não existia, me fez retirar minha pré-candidatura. A luta é para resgatar a história do partido e crescer e os filiados querem novos horizontes para o PMDB”, justifica Pinto.

CONSENSO DA OPOSIÇÃO

“Estamos conversando com a executiva municipal do PMDB. Com a retirada de minha candidatura, passei a ser mediador do partido com outras legendas de oposição para conversa de futuras alianças. Dentro da executiva municipal, ficou definido que após o carnaval, o deputado Chagas Romão estará convocando os membros do partido para realizar prévias. Quanto mais cedo o PMDB definir seu candidato, haverá mais segurança pelo escolhido em colocar seu nome a militância, para se envolver na campanha”, revela Pinto, sem revelar preferência pelos nomes de Fernando Melo ou João Correia.

Segundo Rodrigo Pinto, a candidatura própria do PMDB é um desejo de todos os militantes e simpatizantes da legenda. “É nosso desejo que o partido rompa essa barreira, lance o candidato, assuma a candidatura e diga; agora o PMDB tem um candidato de fato e de direito. Seja ele qual for o candidato, nós estamos colocando claramente a ideia dentro do partido e estamos nos entregando a este sonho”.

Rodrigo Pinto disse ainda, que as administrações petistas manipulam os órgãos de comunicação para plantar informações inverídicas, sobre a falta de um projeto político para administrar a cidade de Rio Branco, por parte da oposição. Ao final, o vereador cogitou a possibilidade de uma aliança do PMDB com o PSDB e PP, para disputar as eleições na capital.

“Todos os partidos estão conversando entre si. O PMDB quer categoricamente a candidatura própria, como estamos falando de uma eleição de dois turnos, esta união das oposições poderá ocorrer no segundo turno. O que não pode ocorrer é fechar as portas em uma eleição, onde a população anseia por mudanças. É preciso ter humildade dos partidos de oposição para entender que a população quer a alternância de poder”.

Na rede

Secretário de Saúde de Cruzeiro do Sul pede demissão

Publicado

em

O médico psiquiatra Agnaldo Lima pediu demissão da Secretaria de Saúde de Cruzeiro do Sul nesta quinta feira, 23. Segundo Agnaldo, a decisão é pessoal e ele deverá ir embora do Acre. “Voltarei para Goiânia, onde farei cursos, mas saio com sensação de dever cumprido porque Cruzeiro do Sul é a cidade do Acre que mais vacinou contra a Covid-19”, citou.

Na greve dos trabalhadores da saúde, na semana passada, os servidores pediram a saída de Agnaldo e a volta da ex-secretária Lucila Bruneta.

Mas segundo o secretário de Comunicação da prefeitura, jornalista Chico Melo, a saída do secretário não tem relação com esse fato. Por enquanto a secretária adjunta, Valéria Lima, fica no cargo até que haja a escolha de um novo nome para assumir a pasta. Segundo Chico, o prefeito ainda não tem um nome em mente para ocupar o cargo.

Na gestão de Agnaldo Lima, que é irmão do prefeito Zequinha Lima, segundo relatório divulgado no último dia 8, pelo Plano Nacional de Imunização, o município já cumpriu 99,57% da meta de vacinação de segunda dose. Até o fechamento do relatório haviam sido aplicadas 34.751 doses da meta de 34.900.

Com relação à primeira dose, Cruzeiro do Sul aplicou um total de 60.632 doses, correspondendo à 88,69% da meta de 68.361 doses.

O relatório do PNI avalia ainda as metas de vacinação tomando por base a aplicação das duas doses. Neste caso, Cruzeiro do Sul cumpriu 92,37% da meta preconizada.

Cruzeiro foi a primeira cidade do Acre a alcançar o público sem comorbidades. Também foi pioneira na imunização das pessoas com 18 e dos adolescente de 12 a 17.

“Enfrentamos uma enchente, a pandemia, abrimos o posto Mão Amiga e executamos o Programa Saúde na Comunidade. Isso me orgulha. Saio orgulhoso e grato e sigo ajudando Cruzeiro do Sul. Agradeço ao prefeito e meu irmão Zequinha pela confiança no meu trabalho”, concluiu.

Continuar lendo

Destaque 2

Com emenda de R$ 126 milhões, Santa Casa será ampliada e reformada

Publicado

em

Na noite desta quinta-feira, 23, foi realizada com a presença de diversas autoridades públicas uma solenidade que marca oficialmente o lançamento da pedra fundamental que visa a modernização da Santa Casa da Amazônia, oriundo de uma emenda parlamentar do senador da República, Márcio Bittar (MDB), orçada em R$ 126 milhões.

De acordo com o presidente da Santa Casa de Misericórdia no Acre, José Alexsandro, o ato solene marca o início das obras, reforma, ampliação e aquisição de equipamentos hospitalares para a instituição filantrópica que foi fundada em 1924. Segundo Alex, a expectativa é que seja recebido o valor destinado para a execução da obra, que deve ser entregue em até dois anos com expectativa de se iniciar no fim deste ano. “Os atendimentos só vão ocorrer via SUS e será um marco na história da Santa Casa no Estado do Acre, onde a população será atendida em todas as áreas, inclusive, na área de oncologia, onde vamos ajudar as pessoas, que poderão realizar tratamento do câncer no estado sem precisar ir para fora”, declarou.

Márcio Bittar, senador e relator do orçamento da União, contou que se sente feliz com a parceria com a administração do hospital. “Como relator do orçamento, destinar recursos para a compra de equipamentos hospitalares deverá beneficiar milhares de acreanos”, comentou.

Na oportunidade, foi celebrado um convênio educacional da Santa Casa da Amazônia com o Centro Universitário Uninorte. O sócio proprietário da universidade, Ricardo Leite, disse que a parceria é uma honra à instituição que atua no Acre há mais de duas décadas. “Já firmamos diversas parcerias, inclusive com o governo. Para a gente é uma alegria participar do lançamento da pedra fundamental da nova Santa Casa da Amazônia. Aceitamos o convite e vamos firmar parceria que visa melhorar a formação dos acadêmicos”, ressaltou.

Representando o governo do Estado, o vice-governador Wherles Rocha (PSL), disse que o lançamento da pedra fundamental é um passo para o avanço da saúde na região. “Durante muitos anos a Santa Casa passou por uma situação difícil na área da saúde, mas graça a visão do Alex nós não perdemos esse espaço. Após a construção, ela vai oferecer ao povo acreano um tratamento de qualidade para as pessoas”, argumentou.

A comissão do projeto foi coordenada pelo médico Eduardo Veloso, que na oportunidade enfatizou que a obra marca a mudança nos rumos da medicina no Acre. “A Santa Casa vai passar para um novo patamar. Já temos um aporte financeiro do senador Márcio Bittar”.

O também senador da República, Sérgio Petecão (PSD), fez elogios ao trabalho realizado pelo administrador do hospital, José Alexsandro. Para Petecão a reforma vai beneficiar diretamente a população do estado. “Quem ganha é o povo. Espero que com a reforma, o trabalho seja muito melhor do que já vem sendo prestado”, destacou.

Participaram do ato, o eminente Maçom cruzeirense Osmir D’Albuquerque Lima Filho, o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), Márcia Bittar, propensa pré-candidata ao senado da República, a deputada estadual Meire Serafim (MDB), médicos que atuam no hospital, funcionários, representantes de comunidades indígenas e demais autoridades.

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas.com

Continuar lendo

Cotidiano

Após denúncia, polícia apreende maconha enterrada às margens do Rio Acre

Publicado

em

Policiais Militares da Força Tática do 1° Batalhão apreenderam na noite desta quinta-feira, 23, cerca de 800 gramas de maconha no bairro Preventório, em Rio Branco.

A guarnição policial recebeu uma denúncia anônima que havia um homem vendendo drogas na região. Os policiais se deslocaram até ao local e não encontraram o traficante. Foi feito uma busca às margens do Rio Acre e os policiais suspeitaram que havia droga enterrada.

A guarnição pediu apoio da Companhia de Cães (CPcães), do Batalhão de Operações Especiais (Bope), e a cadela Elô encontrou enterrado cerca de 800 gramas de maconha.

O entorpecente foi encaminhado à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos. O prejuízo estimado a facção foi de aproximadamente R$ 3 mil reais.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia fecha “boca de fumo” e prende mulheres com quase 1 kg de cocaína

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares da Companhia GIRO do Batalhão de Operações Especiais (Bope) resultou na prisão de duas mulheres pelo crime de tráfico de drogas no final da tarde desta quinta-feira, 23, na rua 10, no Conjunto Aroeira, na região do bairro Calafate, em Rio Branco.

A guarnição policial estava fazendo um patrulhamento de rotina na região e avistou uma mulher em fundada suspeita na frente de uma residência que é usada para o tráfico de drogas. Foi feito a abordagem e dentro de uma mochila, em posse da mulher, foi encontrado uma quantidade de pasta a base de cocaína. A traficante informou aos policiais que teria pego a droga na residência.

Os policiais pediram a proprietária para adentrar na casa e depois de autorizado, foi feito uma busca no interior e encontrado 850 gramas de pasta base de cocaína.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e as duas traficantes foram encaminhadas à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas