Conecte-se agora

Valadares disse que inexistem provas contra o deputado Major Rocha

Publicado

em

O advogado Valadares Neto fez na manhã de hoje, durante entrevista coletiva, em seu escritório no bairro Abraão Alab, a defesa de seu cliente, o deputado Major Rocha, alvo de uma ação por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Estadual. Ele estranhou a divulgação de uma peça do processo e conclamou o Ministério Público a dar publicidade igual a outros casos que envolvem gestores públicos.

– Ou se divulga tudo ou não se divulga nada. Por que o Ministério Público não dar a mesma publicidade ao caso de desvio do erário público envolvendo recursos do Pró-Acre, em Marechal Thaumaturgo? – questiona.

No caso do seu cliente, segundo Valadares, “inexistem provas que possam incriminá-lo por improbidade administrativa. São fartas as peças de defesa dentro do processo que corre na Vara da Fazenda Pública” acrescentou.

Valadares nega que tenha acontecido dolo no caso de aluguel da caminhonete que embora estivesse em nome do deputado Rocha, em nenhum momento serviu ao gabinete do vereador Vieira. “O próprio Ministério Público reconhece isso em sua peça. É estranho essa publicidade toda!”, exclamou.

Ainda segundo o advogado, quem prestou conta e alugou ilegalmente é que deve explicações sobre o caso. Ele cobrou a publicidade de outros contratos feitos pelo vereador Vieira onde existem recibos e contratos de pagamentos.

– No caso do deputado Rocha “curiosamente” não existe contratos, não existem recibos, nenhuma prova documental. Essa ação visa responsabilizar quem não tem responsabilidade nenhuma por um procedimento feito por um terceiro.

No caso da nota fiscal publicada pelo Ministério Público nos meios de comunicação, Valadares disse que qualquer um tira nota fiscal na Prefeitura em nome de quem quiser. Destacou ainda que os documentos fiscais não foram atestados pelo deputado, mas pelo vereador Vieira. Ainda segundo o advogado, cabe ao Ministério Público provar que houve um contrato entre o deputado Rocha e o vereador Vieira e que houve algum recebimento do erário público por parte de seu cliente.

– Inexiste, é impossível de se comprovar improbidade, a caminhonete sempre esteve a serviço da Associação dos Militares do Acre [AME] – concluiu o advogado.

O deputado Major Rocha disse que não é de seu perfil intimidar nenhuma instituição. O parlamentar comenta que em momento algum a procuradora geral desmentiu as suas afirmações com relação aos promotores Waldirene Lima Cordeiro e Danilo Lovisaro Nascimento.

– Waldirene Lima Cordeiro é esposa do secretário de fazenda do governador Tião Viana, o senhor Mancio Lima Cordeiro, o promotor Danilo Lovisaro Nascimento é filho do juiz condenado, Nestor Nascimento e mais, a procuradora Patricia Rego, nomeada recentemente pelo governador é filha do secretário José Fernandes Rego. Tudo isso reforça a minha tese de que esse fato tem conotação política. Bastar ver que pela primeira vez se alardeia um fato dessa natureza. A denúncia se baseia em notas fiscais frias. Vamos provar em juízo tudo que estamos afirmando – disse Rocha.

Acre

Acreanos consumiram 600 litros de chopp durante jogo do Brasil

Publicado

em

Durante a partida entre Brasil e Camarões, válida pela terceira rodada do Grupo G da Copa do Mundo do Catar na tarde desta sexta-feira, 2, milhares de torcedores compareceram à praça de alimentação do Via Verde Shopping e consumiram 609 litros de chopp nos estabelecimentos do empreendimento.

Um levantamento feito pelo videomaker do ac24horas, Wildy Melo, mostrou que 150 litros acabaram sendo vendidos no Picanha Mix – contudo, o espaço garante que no jogo passado, entre a Seleção Canarinho e Suíça, foram consumidos 200 litros.

Além disso, 49 litros foi consumido no Sofillie, 150 litros no Divino Fogão e 60 litros no restaurante Água na Boca. Contudo, apesar das vendas, os torcedores saíram cabisbaixos com o resultado negativo da seleção na fase de grupos da competição. Nas oitavas de final, o Brasil pega a seleção da Coreia do Sul no estádio 974, em Doha, no Catar.

Continuar lendo

Acre

Confira a galeria de fotos da torcida acreana no terceiro jogo do Brasil

Publicado

em

Fotos: Sérgio Vale/ac24horas

Continuar lendo

Acre

Chuva espanta torcedores de transmissão do jogo na Concha

Publicado

em

A forte chuva que ocorreu nesta sexta-feira, 02, em Rio Branco, impediu que torcedores acreanos fossem a Concha Acústica para assistir ao jogo do Brasil contra Camarões, na Copa do Mundo.

Segundo a assessoria da Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (SEET), a transmissão foi mantida para que o grupo que estava no local pudesse acompanhar a partida.

Além do telão ampliado e parte da arquibancada protegida com uma tenda, o espaço possui ainda, praça de alimentação, com diversos produtos a disposição.

Como parte da programação, antes e depois dos jogos, sempre ocorrem apresentações de bandas e artistas locais. Devido as chuvas, os representantes da SEET estudam se mantém ou cancelam o evento, caso o tempo persista até às 16h.

Os shows dos artistas Vini e banda e Priscila Flor estão confirmados para esta tarde, caso o planejamento continue.

Continuar lendo

Acre

Lojas do shopping liberam funcionários para assistir jogo

Publicado

em

Nesta sexta-feira, 2, dia do jogo entre Brasil X Camarões, pela Copa do Mundo do Catar, no estádio Lusail, lojistas do Via Verde Shopping, ponto de encontro dos acreanos para acompanhar a partida, decidiram liberar os funcionários para acompanhar a Seleção Canarinho.

Além da autorização para ver o jogo na praça de alimentação, os proprietários fizeram questão de liberar cadeiras para os funcionários assistirem a partida com maior tranquilidade.

O jogo é válido pela terceira e última rodada do Grupo G da Copa do Mundo. Já classificada, a Seleção Brasileira joga por um empate para confirmar a primeira colocação da chave. Caso termine em primeiro na chave, o Brasil pega a Coreia do Sul.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.