Conecte-se agora

Doze crianças indígenas do interior do Acre morrem por doença diagnosticada até agora como sendo rotavírus

Publicado

em

Doze crianças indígenas internadas nos hospitais de Manoel Urbano e de Sena Madureira morreram depois de apresentarem sintomas como febre, vômito e diarréia. Os médicos que realizaram os primeiros atendimentos suspeitam que elas tenham contraído rotavírus.

A assessoria de imprensa do Governo do Estado confirmou o total de vítimas, mas não a doença que teria causado as mortes.

Servidores da Casa do Índio (Casai) disseram que as crianças são de várias etnias que moram em aldeias próximas a Santa Rosa do Purus.

Uma equipe do Governo do Estado já está reunida com os representantes da saúde indígena em Manoel Urbano para confirmar o total de mortes e verificar as estratégias que poderão ser adotadas para evitar novas mortes.

Por telefone, a equipe de reportagem do jornal A TRIBUNA tentou falar com o chefe do Distrito Sanitário Especial Indígena do Alto Rio Purus, Raimundo Costa, mas o celular dele estava desligado.

De acordo com a assessoria de imprensa do Governo do Estado, Costa também está em Manoel Urbano para verificar quais ações serão tomadas.

Rotavírus

O rotavírus pode ser fatal em crianças com menos de cinco anos, causando diarréia e vômito pode levar a morte.

Fonte: Jornal A Tribuna

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Anúncios

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas