Conecte-se agora

Mais um ex-combatente da malária morre sem receber benefícios da União

Publicado

em

Antonio Monteiro Reis, morreu aos 72 anos em sua casa na cidade de Brasiléia, no domingo (06). Sua morte pode ter envolvimento direto com inseticida DDT, produto usado para combater a malária no final da década 60 e início de 70.

Reis é um dos quase 450 homens que foram ‘recrutados’ para combater a malária na Amazônia e que foram contaminados pela exposição direta ao inseticida DDT.

Fonte: O alto acre

 

Cotidiano

Retirada de palmeiras em canteiros da Via Chico Mendes será Investigada pelo MP

Publicado

em

O Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) decidiu abrir uma investigação para apurar a retirada de palmeiras em canteiros na Via Chico Mendes para a execução do projeto de revitalização da AC–40, na região do Segundo Distrito da capital. O despacho foi publicado na edição do Diário Eletrônico desta quarta-feira, 7.

O promotor Luis Henrique Corrêa Rolim, reiterou que chegou a Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, informações de possível ocorrência de retirada das palmeiras existentes nos canteiros da Ciclovia da Rodovia AC 40 e Via Chico Mendes, em consequência das obras de revitalização no referido logradouro público pela Prefeitura Municipal de Rio Branco. A derrubada das palmeiras e demolição dos canteiros ocorreram em junho deste ano – e teve inúmeras críticas de parlamentares, incluindo da base governista de Tião Bocalom na Câmara Municipal.

Originalmente, desde a implantação em 2003, foram plantadas na gestão de Jorge Viana, no canteiro central da Via Chico Mendes 250 mudas de palmeira imperial com porte adulto ou quase adulto, com troncos marrons medindo entre 2-3 metros de comprimento. Elas foram plantadas em fileiras intercaladas com jardineiras nas margens do canteiro, que abriga em sua parte central, e por toda a sua extensão, uma ciclovia com pavimentação asfáltica de aproximadamente 2 m de largura.

As mudas plantadas foram adquiridas em viveiros localizados fora do Acre. Considerando o tamanho das mesmas por ocasião do plantio, estima-se, de forma conservadora, que o custo de cada uma, incluindo o frete até Rio Branco, foi de pelo menos R$ 4 mil. A época. Assim, o gasto estimado para o plantio das mudas de palmeiras imperiais na Via Chico Mendes foi de pelo menos R$ 1 milhão.

Contudo, a promotoria destaca que, no termos do art. 4°, da Instrução Normativa n.° 01/2015, é proibido podar, cortar, derrubar, remover, transplantar ou sacrificar árvores de arborização urbana sem prévia autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SEMEIA.

Rolim enfatizou ainda a abertura de procedimento preparatório – que antecede o inquérito civil, se faz necessário, haja vista que, o presente caso foi objeto da Notícia de Fato n° 01.2022.00001628-5, instaurada há mais de quatro meses, sem que tenham sido finalizadas as apurações; e, ainda, que os elementos de prova até então colhidos apontam a necessidade de aprofundar as investigações. “Resolve instaurar procedimento preparatório para verificar se o projeto de revitalização da Ciclovia da Rodovia AC 40 e Via Chico Mendes demandará retirada das palmeiras existentes no local, avaliando a regularidade da autorização pelo órgão ambiental competente”, diz trecho do documento.

Ao fim, o promotor decidiu expedir ofício à Secretaria Municipal de Meio Ambiente – SEMEIA, que, no prazo de 10 (dez) dias úteis, informe acerca da existência de procedimento administrativo autorizando, ou não, a supressão das palmeiras existentes na ciclovia, enviando número do procedimento e cópia dos documentos.

De acordo com o projeto, a obra está estimada em R$ 1.597.598, que são de recursos próprios da prefeitura. O prazo de execução era de 180 dias.

Continuar lendo

Cotidiano

Homem com pistola de uso restrito é preso em Plácido de Castro

Publicado

em

Na noite da última terça-feira, 06 de dezembro de 2022, a Polícia Civil em Plácido de Castro, em continuidade ao trabalho de fortalecimento da segurança na fronteira, prendeu em flagrante R.J.S.F, de 22 anos, pelo crime de porte ilegal de arma de uso restrito.

Durante a ação, que ocorreu no bairro Olaria, uma pistola 9mm e 13 munições intactas foram apreendidas.

O autor, que já havia sido condenado pelo crime de roubo majorado, é apontado pelas investigações da Polícia Judiciária como integrante de uma associação criminosa responsável pela subtração de diversas camionetes na região do Baixo Acre.

O preso foi conduzido a Delegacia Geral de Placido de Castro para lavratura de auto de prisão em flagrante e em seguida colocado à disposição da justiça.

Continuar lendo

Cotidiano

Aliados sugerem que Bolsonaro se autoproclame presidente em 2023

Publicado

em

Por

Apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) cogitam nos bastidores realizar um evento paralelo à posse de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Brasília no dia 1º de janeiro. A ideia nasceu de parlamentares do núcleo duro do presidente e começa a ganhar força entre os fãs em aplicativos de mensagens. A intenção é organizar um comício para que ele discurse a seu eleitorado na capital do país no mesmo dia e hora em que o presidente eleito estiver tomando posse. A ideia é copiar Juan Guaidó e fazer uma espécie de autoproclamação.

A coluna conversou com uma pessoa do entorno de Bolsonaro e ela confirmou a intenção. “Ainda é embrionário e não sabemos se será possível porque há custos”, afirmou. Segundo a fonte, bolsonaristas querem a todo custo ir à Brasília pedir pela permanência do presidente no poder e seria de bom tom se ele discursasse para um público cada vez mais crescente nos acampamentos.

Bolsonaro já foi informado que a sugestão foi dada em grupos de Telegram e WhatsApp, mas não esboçou reação. Embora esteja planejando retomar as lives e as motociatas , o presidente avisou que precisa se recuperar do baque. Ele ainda não se considera pronto para falar com os apoiadores porque sentiu a derrota nas eleições, tanto que aparece em público até chorando .

Um nome importante do governo se reuniu nesta semana com Valdemar da Costa Neto, presidente do PL, para pedir apoio. Em nome do bolsonarismo – e não de Bolsonaro – ele verificou as chances da sigla bancar o evento, mas deu com os burros n’água. O cacique lembrou que a legenda está com suas contas bloqueadas e vive momento delicado na relação com o STF (Supremo Tribunal Federal). Membros do diretório do partido afirmaram que o político ficou irritado com o pedido e a falta de noção.

Caso o PL não banque e o evento saia do papel, a alternativa sugerida por um militar muito ligado ao presidente é uma vaquinha entre apoiadores. “Se o PT pode, a gente também consegue”, disse ele em troca de mensagens com colegas. A questão financeira não é vista como problema, mas o grupo entende que é preciso prudência e dar ares de movimento espontâneo para evitar consequências jurídicas.

Presidente autoproclamado

“O Bolsonaro precisa discursar contra as urnas, o STF, o TSE, o Lula e dizer que continua o presidente de quem quiser tê-lo como chefe da nação”, chegou a dizer um político mais empolgado. Membros do núcleo duro da campanha derrotada querem até criar uma espécie de gabinete paralelo para tomar decisões. A intenção é de que, a depender do que acontecer no evento, o presidente consiga forças para seguir em evidência. “Ele pode se autoproclamar presidente e seguir dando ordens”, concordou outro parlamentar no grupo de mensagens.

Bolsonaristas mais acuados pelas negociações avançando no Congresso e que indicam que Lula terá apoio da maioria dos parlamentares querem que Bolsonaro dê o rumo para a oposição. O argumento é de que ele precisa liderar o grupo e definir como cada deputado e senador, eleitos no esteio do presidente, deve se comportar no Parlamento. Mesmo com o grupo disposto a ir para a guerra, falta convencer o mais interessado: Jair Bolsonaro.

Assessores falaram à coluna que, mesmo gostando do poder, o político derrotado na busca pelas reeleições, não se empolgou com a ideia. “Ele está com medo de ser preso sem o aparato que a presidência lhe oferece”.

Continuar lendo

Cotidiano

Presidente do Peru anuncia dissolução do Congresso e convoca eleições

Publicado

em

Por

LIMA (Reuters) – O presidente peruano, Pedro Castillo, anunciou de surpresa nesta quarta-feira em uma mensagem a dissolução do Congresso, a poucas horas de enfrentar uma terceira tentativa de impeachment por parlamentares da oposição.

(Reportagem de Marco Aquino)

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Este conteúdo é protegido.