Conecte-se agora

Encapuzado assalta e deixa família ameaçada de morte no Sol Nascente

Publicado

em

O caso aconteceu no início da tarde deste sábado, no Loteamento Sol Nascente. Sandi Santos teve a sua casa invadida por um homem encapuzado, que usou faca, tesoura e caco de vidro durante o assalto. Por mais de 30 minutos a vitima foi aconselhada a falar baixinho enquanto tinha o corpo todo riscado pelo assaltante que utilizou um caco de vidro e tesoura para fazer as marcas que levam a policia acreditar em crime passional.

– Ele disse que ia me matar e depois matar a minha filha e o pai dela – contou Sandi que estava muito abalada depois do assalto.

Barraco foi construído ao lado da casa da avó

O sargento Anadio que atendeu a solicitação feita através do 190, iniciou as investigações a partir das declarações de Sandi. Ele acredita que o elemento é conhecido da vitima. A avó de Sandi, a enfermeira Clotilde Maia, também sustenta a tese da polícia.

– Moro aqui há mais de cinco anos e nunca fui assaltada. Graças a Deus que o filho de Sandi não estava aqui, por que talvez tivesse morrido. Eu acredito que o assaltante tem algum relacionamento com a minha neta – comentou Clotilde Maia.

Sandi não deu detalhes nas declarações dadas no local do crime. Ela foi encaminhada à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher [DEAM] onde deverá registrar queixa e em seguida fazer exame de corpo delito. Em cima da cama de Sandi, onde ela foi violentada, o assaltante deixou uma faca enfiada no colchão. Segundo Sandi, a faca foi utilizada para cortar o seu cabelo. O encapuzado levou R$ 400,00 em dinheiro.

– Esse dinheiro o pai dela lhe doa todos os meses para ajudar nas despesas com a criança. Ela tinha recebido a ajuda ontem – acrescentou a avó.

O quarto de madeira onde mora Sandi foi trancado pela policia e deverá ser periciado. O assalto é o segundo que acontece em menos de 15 dias na mesma rua do Loteamento Sol Nascente. Na Vila Acre, como já foi registrado pelo repórter Salomão Matos, há uma média de 5 assaltos/dia. A onda de violência é provocada também pelo aumento do tráfico de drogas na região.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
jscarioca@globo.com

 

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas