Conecte-se agora

Crime ambiental: Comunidade denuncia lixão de Acrelândia

Publicado

em

lix__o_acrel_cndia

Moradores que moram próximo ao lixão do município de Acrelândia reclamam da situação em que tem que suportar um lixão em plena área urbana.

Varias toneladas de lixo são despejadas no local que não se adequa às leis ambientais. Lixo que não é separado, restos de animais e lixo doméstico ficam expostos a céu aberto prejudicando moradores que moram nas proximidades. Há muitos anos que os moradores reclamam do lixão da cidade, mais até agora a solução só ficou na promessa. Para a vigilância sanitária o lixão de Acrelândia apresenta três tipos de contaminação, do solo, a contaminação do lençol freático, e do ar.

dscn3391

Segundo o morador Felício de lima de 63 anos que é um ex-funcionário da Sucam e passa por debilitações, tem que suportar o mau cheiro e as condições deploráveis do lixão que está tomando conta da cidade. “Eu não consigo dormir, de tanto odor que o lixão traz, sem falar que para que eu e minha família possamos fazer nossas refeições, temos que ligar o ventilador por não aquentar as moscas e o odor. Nos já fizemos um abaixo assinado para que as autoridades pudessem resolver esse problema, mais ate agora só ficou na promessa por parte do prefeito. Queremos uma solução, sou doente e estou ficando mais doente com esse lixão”. Desabafou Felício.

dscn3404

Dona Marlene Soares da Silva juntamente com seu filho menor de 15 anos e seu marido, são uma das famílias que sobrevivem do lixão de Acrelândia. Segundo ela, que consegue ganhar quase 600 reais fazendo carvão e juntando latinhas, o problema maior do lixão é que não é feita a seleção adequada do lixo, e os açougueiros da cidade jogam restos de ossos, causando o odor e aglomeração de urubus na cidade. “Eu e minha família sobrevivemos do lixo. Quero sim que esse odor acabe mais não gostaria que o lixão acabasse, pois não tenho renda e a situação iria ficar muito ruim para minha família”. Alem da família de Dona Marlene, outras famílias também dependem do lixão em Acrelândia para sobreviver.

dscn3393

Segundo o coordenador da vigilância sanitária do município, Uilhian Belmont Alves, todas as medidas já foram tomadas por parte da vigilância sanitária. Compete agora ao poder executivo municipal fazer o que foi planejado. A prefeitura vai adquirir uma outra área que já foi vistoriada pelo IMAC e IBAMA, para que seja criado um outro lixão fora da cidade. Mas para Uilhian Belmonte, mesmo assim isso não vai resolver o problema do lixo em Acrelândia, só vai mudar de endereço. (Reprodução de publicação do jornal O Rio Branco)

Mais Informações

Acre

Petecão elogia embaixador no Peru: “Acre vai precisar muito dele”

Publicado

em

O Plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (1) com 39 votos favoráveis, 5 contrários e 2 abstenções, a indicação do diplomata Sérgio França Danese para o cargo de embaixador do Brasil no Peru.

No Plenário, o senador Sérgio Petecão elogiou o diplomata e lembrou que o estado do Acre tem fronteira com o Peru. “Lá no Acre vamos precisar muito dele”, disse Petecão.

A República do Peru é o quarto país mais populoso da América do Sul, com 33,5 milhões de habitantes, e o vigésimo mais extenso do mundo (1.285.216 quilômetros quadrados). Está entre os países com maior diversidade biológica e conta com abundância de recursos minerais. Brasil e Peru mantêm Aliança Estratégica desde 2003. Entre os principais temas da relação bilateral estão a integração fronteiriça, o combate a ilícitos transnacionais, o adensamento dos laços econômico-comerciais e a cooperação técnica.

Em 2020, o Brasil se manteve na posição de terceiro maior exportador ao Peru, com exportações de US$ 1,66 bilhão. Um dos desafios da relação é a dinamização da agenda econômico-comercial. Em abril de 2016, os dois países assinaram o Acordo de Ampliação Econômico-Comercial (AAEC), que contempla investimentos, serviços e compras governamentais.

O intercâmbio comercial peruano de 2020 registra queda, com exportações de US$ 39 bilhões (-14% em relação a 2019) e importações de US$ 33,8 bilhões (-15%). O superávit no ano foi de US$ 5,5 bilhões.

Fonte: Agência Senado

Continuar lendo

Acre

Acre registra novo óbito pela Covid-19 e mais 7 casos da doença

Publicado

em

O estado do Acre confirmou 7 novos casos de infecção por coronavírus nesta quarta-feira, 1º de dezembro. O número de infectados permanece em 88.220, em todo o estado.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS),houve ainda uma notificação de óbito nesta quarta, fazendo com que o número oficial de mortes por Covid-19 suba para 1.849 em todo o estado.

Até o momento, o Acre registra 250.875 notificações de contaminação pela doença, sendo que 162.635 casos foram descartados e 20 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux. Pelo menos 86.136 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 5 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a Covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Acre

Jéssica Sales libera R$ 1 milhão para Mercado Municipal de Jordão

Publicado

em

Conhecedora das reais necessidades e atenta às solicitações da população acreana, a deputada Jéssica Sales conseguiu e já “tá na conta” da prefeitura de Jordão o montante de R$ 1 milhão para a construção do primeiro mercado do município. O recurso é proveniente de emenda impositiva de sua autoria, encaminhada ao orçamento de 2018, por meio do Programa Calha Norte e liberado recentemente.

Mesmo afastada das atividades parlamentares por conta de uma lesão que sofreu, Jéssica Sales, não se descuida e está sempre atenta às indicações e ao cronograma das obras, principalmente nos locais mais distantes do estado.

A construção do primeiro Mercado Municipal de Jordão, no valor de R$ 1 milhão é resultado de um compromisso assumido pela deputada Jéssica Sales com os produtores e agricultores durante as suas andanças na região.

“Desde do início do primeiro mandato, sou parceira fiel da população do Jordão. Entendo que como parlamentar tenho a obrigação de garantir obras importantes e que sejam positivas. Para o município de Jordão, foram mais de R$ 3 milhões indicados através do nosso mandato. Este mercado construído, além de gerar emprego e renda com a movimentação do comércio local, vai oferecer um espaço adequado para a venda dos produtos regionais. A população de Jordão merece”,  endossou a deputada.

De acordo com o prefeito Naudo Ribeiro “é um projeto importante para Jordão para ajudar a fomentar a economia e garantir aos munícipes um local digno para suas compras”.

Continuar lendo

Acre

Cadastro reserva se acorrenta e cobra “palavra” de Gladson

Publicado

em

Durante protesto, o integrante do cadastro de reserva da Polícia Civil, Jorge Souza Pequeno, de 24 anos, natural de Cruzeiro do Sul, se acorrentou nas primeiras horas desta quarta-feira, 1°, em frente ao Palácio Rio Branco, para cobrar um posicionamento do governador Gladson Cameli (Progressistas).

Ao ac24horas, Jorge disse que o foco de seu protesto é chamar a atenção do chefe do executivo. Segundo ele, é necessário que o governo faça um ato concreto sobre o assunto. “Minha reivindicação é um ato concreto do Governador como uma nota no diário oficial, pois, a palavra dele ele já vem dando durante quase 4 anos, só quero ser chamado para a última etapa do concurso, que é a academia de polícia”, declarou.

Recentemente, Gladson convocou 17 candidatos aprovados para o curso de formação policial. No entanto, para o grupo, esse número ficou muito abaixo do esperado, uma vez que cerca de 500 pessoas aguardavam pelo chamamento do governo.

O certame foi realizado em 2017, na época, o concurso da Polícia Civil era para preenchimento de 250 vagas. Os salários variavam de de R$ 3.007,78 a R$ 15.378,00. O processo seletivo teve 7.652 pessoas inscritas, segundo a Secretaria de Gestão Administrativa (SGA).

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas