Conecte-se agora

Tião Viana avalia como positivo os dez primeiros meses de sua administração frente ao Governo do Acre

Publicado

em

Começou na manhã desta quinta-feira, 06, a segunda reunião da Câmara de Resultados do Governo, denominado Seminário de Monitoramento – 240 Dias do governo Tião Viana (PT). O evento realizado durante dois dias no Buffet AFA Jardim tem como principal finalidade avaliar a evolução dos processos administrativos e projetos desenvolvidos pelo Governo do Estado.

O secretário de Articulação Institucional, José Fernandes do Rêgo foi o primeiro gestor a se pronunciar sobre o seminário. De acordo com Rêgo, o sistema de monitoramento da administração opera com uma central de resultados, quem tem como referência o plano de governo e o PPA, que colhe os resultados de todas as secretarias de Estado.

“Esses dados são processados e a cada 120 dias o governo pára, avalia os resultados e observa as possíveis necessidades de adequar e gerenciar a ação do governo. O governador percebeu que a administração evoluiu de acordo com o que estava planejado, fazendo ajustes em poucos projetos. Em nove meses o governo avançou muito mais do que era esperado”, diz Rêgo.

Em linhas gerais, segundo o secretário, é feita uma análise de “eficácia e eficiência do governo”, para saber se o benefício social está sendo gerado e atendendo as necessidades da população. Do lado político, Rêgo afirma que o seminário serve para verificar a relação do governo com as comunidades.

Tião Viana acredita que sua administração pode melhorar
O governador Tião Viana [PT] atendeu os jornalistas após o discurso aos secretários, diretores e deputados presentes. Segundo Viana, ainda são enormes os desafios no setor administrativo do Acre, mas os obstáculos estão sendo superados e os resultados são vistos em todos os setores em que o governo desenvolve projetos.

“Nos pequenos negócios, uma mãe que vivia com renda de menos de R$ 70 por mês, hoje tira num pequeno salão R$ 2 mil. Uma manicure que ganhou uma parceria com o governo tira além de sua renda pessoal em poucos dias uma renda complementar de R$ 400 – são projetos sociais pequenos que fazem a inclusão dos trabalhadores das comunidades do Estado”, destaca Tião Viana.

Setor produtivo
Tião Viana destacou ainda a atividade de piscicultura, com a construção de mais de 600 tanques em diversas propriedades nos municípios do interior do Acre.   O governador afirmou ainda, que do setor agrícola, onde segundo ele, está sendo feita a mecanização das propriedades de pequenos produtores em todo o Estado.

“Quando você vê mais de 600 tanques, no setor de piscicultura; quando você vê o trabalho de mecanização de milhares de hectares; de produção de alimentos; criação de pequenos animais; o acesso a fruticultura; o programa Florestas Plantadas; a pactuação com a vida ética e institucional do Estado indo bem, eu fico muito animado em relação ao futuro”, enfatiza.

Trabalho nas secretárias
Sobre a equipe de secretários de Estado, o governador acredita que o trabalho tem evoluído, com todos os gestores mostrando resultados positivos em suas pastas. Tião acredita que seus assessores estão ajustando alguns desafios que ainda tinham que ser superados, mas o resultado de acordo com ele é positivo em todos os aspectos.

“As secretarias tem trabalhado muito. Os secretários estão consertando alguns desafios que ainda tinham que ser superados, o resultado é muito positivo, graças a Deus”.

Paralelo entra análise técnica e política
Em vários pontos de seu discurso na abertura do seminário, o governador falou dos políticos de oposição, ressaltando que existiriam apenas críticas, mas que a oposição não estaria apontando soluções para as supostas falhas nos setores da administração pública estadual.

“No aspecto político, nós estamos renovados; é muito carinho, confiança da população, a sensação que as coisas estão indo bem está muito presente na população do Acre, e no aspecto técnico, nós temos que corrigir alguns caminhos que são naturais. Resolver problemas que a sociedade chama por eles, por si mesmo, nós estamos atentos voltados para essa discussão, rompendo com a dívida do saneamento básico, por exemplo, e a dívida do desemprego. É aí que nós queremos um melhor resultado” , destaca Tião Viana

Ranço político com a oposição ficou evidenciado
Mesmo que o seminário fosse para analisar as práticas de governo, o aspecto político não poderia ficar de fora. Em alguns trechos do discurso do governado Tião Viana ficou claro o ranço político entre oposição e situação. As declarações de Viana, só tende a antecipar o debate político que se avizinha, com a proximidade das eleições do próximo ano. O deputado Major Rocha foi duramente criticado pelo governador petista.

Tião Viana acredita que os parlamentares precisam ser valorizados, principalmente quando representam determinadas cidades do interior. Nas inaugurações de obras, Viana disse que é sempre de bom tom, que os deputados estejam presentes para que a população perceba que os parlamentares fazem parte das conquistas.

O debate dos supostos crimes ambientais na Aleac, cometidos nos projetos de manejo também fizeram parte do discurso do governador. Ele não gostou do bate boca entre o líder do governo, Moisés Diniz (PC do B) e Major Rocha (PSDB). Elevando o tom da voz, Viana disse que o termo pejorativo de ladrão não se aplicava a políticos da Frente Popular.

“Ladrão é o senhor Rocha. Ele sim é ladrão, e posso provar em qualquer corte”, disse Tião Viana em defesa de sua administração e de seu líder no poder legislativo.

O QUE ACONTECEU NOS 240 DIAS DO GOVERNO TIÃO VIANA
São apenas 240 dias de administração, mas neste curto período, Tião Viana enfrentou desafios em vários setores do poder público. O desgaste ficou evidenciado em crise com servidores públicos e demais poderes estaduais.

Nos primeiros meses de governo, Tião Viana teve que contornar a sede de poder dos deputados da base governista, que se sentindo desprestigiados chegou a entoar discursos de oposição ã administração da FPA.

Entre maio e junho, o governo passou por um verdadeiro inferno astral. Surgiram as denúncias comprovadas de desvios de recursos na Secretária de Saúde. Tião Viana teve que contornar e provar que seus gestores não tinham envolvimento no caso.

No mesmo período os servidores iniciaram as greves em busca de reajuste. Mesmo fragilizados pelo atrelamento com as administrações da FPA, os sindicatos pressionaram com alguns setores sendo paralisados durante as negociações.

Até mesmo o todo poderoso assessor especial de todas as administrações da FPA, Francisco Nepomuceno (o Carioca) foi afastado das negociações com os servidores, que enxergaram no homem forte do governo, um obstáculo para as conquistas trabalhistas.

Antes do recesso parlamentar, Tião Viana teve que enfrentar os desembargadores do Tribunal de Justiça do Acre, que reivindicaram até mesmo em via jurídica a participação na elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias e aumento dos repasses a instituição.

No início do segundo semestre, explodiram as denúncias de superfaturamento e desvio de dinheiro público na construção da BR 364 – estrada que liga a Rio Branco ao Vale do Juruá.

A crise política é outro obstáculo evidente que Tião enfrenta atualmente. As siglas com maior poder de barganha reivindicam a participação na chapa majoritária de Rio Branco. O PC do B, PSB e PDT tentam buscar a cabeça de chapa.

Ray Melo, da redação de ac24horas[email protected]

Acre

PF cumpre mandados de prisão e busca e apreensão em Brasiléia

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (24), a operação “Peaky Blinders, visando o combate ao tráfico de drogas na região de Brasiléia, na fronteira do Acre com a Bolívia.

Na ação, 10 policiais federais cumpriram dois mandados de prisão e cinco de busca e apreensão nas residências dos alvos da investigação.

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas, art. 33 c/c art.40, I e associação para o tráfico de drogas, art. 35, da Lei de Drogas (Lei 11.343/2006), sem prejuízo de outros delitos eventualmente constatados no curso da investigação.

O nome da operação faz referência à série de televisão que fala sobre uma notória gangue da Inglaterra de 1919, liderada por um criminoso disposto a subir na vida a qualquer preço.

Continuar lendo

Acre

Policial penal que matou picolezeiro fará exame de sanidade mental

Publicado

em

O policial penal Alessandro Rosas Lopes, que no dia 12 de dezembro de 2020 matou com dois tiros o picolezeiro Gilcimar da Silva Honorato, de 38 anos, será submetido a exame de sanidade mental, a pedido de sua defesa.

O requerimento foi deferido pelo Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco e o procedimento foi marcado para acontecer nesta segunda-feira (23), de acordo com o advogado Maxsuel Maia, que atua na defesa do acusado.

De acordo com o advogado, Alessandro vem apresentando um quadro de instabilidade emocional e psicológica, tendo atentado contra a própria vida no dia 7 de dezembro do ano passado, no interior do presídio, por meio da ingestão de medicamentos.

“Seria um ato irresponsável e temerário por parte da defesa se o levássemos a julgamento sem a plena certeza de que ele é capaz de se autodeterminar. Por isso, entramos com o pedido de instauração de incidente de insanidade mental”, explicou Maia.

Denunciado pelo Ministério Público por homicídio qualificado (motivo torpe), o acusado já teve vários pedidos de liberdade recusados. Após o resultado do exame de sanidade mental, ocorrerá o interrogatório de Alessandro.

O interrogatório é o último passo antes da audiência de instrução e julgamento, quando o juiz Alesson Braz, da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar de Rio Branco, decidirá se ele poderá ou não ser submetido ao Conselho de Sentença.

O promotor do caso é Efrain Henrique Mendoza Mendivil Filho, o mesmo da ação penal que condenou os acusados da morte de Jonhliane Paiva de Souza, cujo julgamento aconteceu na semana passada.

O crime aconteceu após uma briga em um bar entre a vítima e o acusado. Segundo o MP, Alessandro foi ferido com um golpe de faca na altura do ombro após agredir o picolezeiro. Depois disso, pegou a arma no carro e atirou em Gilcimar, que fugia do local.

Continuar lendo

Acre

Após 2 meses de greve, peritos do INSS retomam atividades no Acre

Publicado

em

Cerca de dois meses depois, os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) decidiram paralisar o estado de greve e retomar atividades no estado do Acre nesta segunda-feira (23). Agora, o cidadão deverá voltar a fazer agendamento do serviço desejado para ser atendido.

O movimento grevista informou que os técnicos do administrativo só devem voltar às atividades a partir desta terça-feira (24). Um levantamento das perícias que foram adiadas está sendo montado para haver reagendamento.

Os servidores conseguiram montar um comitê gestor da carreira de seguro social, que era uma reivindicação desde a greve de 2015 e o INSS enviou uma solicitação ao Ministério da Economia pedindo a contratação de, no mínimo, 7,8 mil novos servidores.

Continuar lendo

Acre

Detran faz parada técnica para implantação de nova CNH

Publicado

em

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) não emitirá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) entre os dias 26, quinta-feira, e 31, terça. Trata-se de um período de parada técnica, necessário para implantação do novo modelo da CNH em todo o país, estabelecido pela resolução nº 886/2021, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Já a partir do dia 1º de junho, quarta-feira, os condutores que solicitarem renovação, alteração de dados, 2ª via ou CNH definitiva receberão o documento emitido segundo as especificações do novo padrão. Entre as principais mudanças está a possibilidade de emissão da carteira com nome social, além de outros itens de segurança.

“As CNHs no modelo que conhecemos hoje só serão emitidas até o dia 25. Vamos parar por cinco dias e, a partir de junho, expediremos a nova carteira. A parada é necessária para ajustes gráficos e finalização de procedimentos. Quem der entrada em processos nesse intervalo vai demorar um pouco para receber seu novo documento em nossas unidades”, explica a coordenadora de Habilitação e Registro Nacional de Condutores no Acre, Juliana Gurgel.
Mudanças

Algumas das alterações que serão apresentadas na nova carteira de motorista surgiram a partir de mudanças no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ocorridas em 2021. O documento será impresso com tinta fluorescente, alguns itens só serão visíveis quando expostos à luz ultravioleta e haverá um holograma na parte inferior.

A CNH será impressa nas cores verde e amarela, a assinatura do condutor muda de lugar e passa a constar logo abaixo de sua foto. Depois da dobra serão apresentadas as subcategorias de condução, logo depois estará o quadro de observações médicas e de atividade remunerada.

A habilitação do permissionário trará a letra “P” e a do já condutor a letra “D”, de Definitiva. Os prazos de validade permanecem em dez anos para motoristas com até 49 anos, cinco para aqueles com idade até 69 anos e três para quem tem mais de 70 anos.

A Carteira de Habilitação é um documento obrigatório a todos que estejam conduzindo veículos automotores em qualquer estado da federação, além servir como identificação oficial. Hoje a CNH pode ser apresentada nas modalidades física e digital, por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), do governo federal.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!