Conecte-se agora

Obras públicas abandonadas no Santa Inês causam doenças a moradores

Publicado

em

Obras de saneamento básico no Bairro Santa Inês, no Segundo Distrito da capital Rio Branco (AC), tem tido efeito contrário ao que deveria proporcionar aos moradores. É que as instalações da redes de esgoto e água, iniciadas em janeiro deste ano, foram abandonadas, espalhando poeira e levando fluidos fétidos para aonde não existiam.

É o caso da Rua Nilo Meireles, que de acordo com Lidiane Freitas de Castro, passou a contar com um esgoto a céu aberto desde o dia 26 de janeiro. “Um esgoto, registre-se, criado por ação do poder público”, lembra Lidiane ao afirmar que desde então a sua filha de apenas um ano e cinco meses “vive adoentada”. O caso já foi denunciado pela moradora ao Ministério Público através da Promotoria Especial de Habitação e Urbanismo.

O martírio da moradora é um velho conhecido de quem precisa recorrer aos órgãos públicos. Lidiane Freitas diz já ter procurado a Secretaria de Obras do Município, o Departamento de Águas e Saneamento (DEAS), empresas privadas ligadas a execução da obra (mas que Lidiane afirma não lembrar os nomes), o Ministério Público e até mesmo pessoas ligadas ao programa Ruas do Povo do Governo Estadual, mas o problema persiste sem solução.

Em outra rua do bairro, a Edmundo Pinto, onde moram os comerciantes Francisco Paulo Nunes e Cristiana Araújo Silva, o abandono das obras tem causado muita poeira com buracos abertos em faixas onde antes se enxergava asfalto. Têm causado, também, a pouca esperança de que o problema seja dissolvido. “Sinceramente, não acredito que este ano eles corrijam essas falhas”, disse Cristiana.

As queixas da população não param. Motoristas reclamam de buracos de bueiros com tampas  estouradas no centro do asfalto. Um perigo que só com o improviso de madeiras colocadas de pontas para cima ajudam a minimizar. Na rua da Sanacre, Marcela Silva reclama que teve a calçada do seu lanche totalmente destruída e que não adiantou procurar as autoridades do município. “Já são mais de quatro meses que buscamos solução e já não sei mais a quem recorrer”, disse.

A assessoria de imprensa da EMURB  (Empresa Municipal de Urbanização) certifica não ser o órgão responsável pelas obras no Santa Inês e indicou o Deracre (Departamento de Estradas e Rodagens do Acre) como fonte de informação. Seguindo a orientação, o ac24horas contactou o Deracre, que por sua vez indicou o Depasa (Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento), mas até o fechamento desta reportagem não houve retorno. A reportagem ainda procurou a assessoria de imprensa do município de Rio Branco, mas o assessor Oly Duarte não foi localizado para falar sobre o assunto.

Edmilson Alves, de Rio Branco-Ac
edmilsonacre@yahoo.com.br
Redação de ac24horas

Anúncios
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Conectar

Deixe uma resposta

Acre

Deputado Roberto Duarte testa positivo para a covid-19

Publicado

em

O deputado estadual e presidente da Comissão de Enfrentamento à Covid-19, Roberto Duarte (MDB), testou positivo para a covid-19 na manhã deste sábado (06). 

Em nota, o emedebista informou que tem sentido sintomas leves e destacou que irá continuar o seu trabalho de parlamentar remotamente. 

“Estou com um pouco de tosse, mas estou bem. Agora, vou me recolher em isolamento, trabalhar em casa e seguir todas as orientações médicas. Vou seguir minha quarentena e tomarei todos os cuidados necessários. Que Deus nos ajude”, afirmou. 

Continuar lendo

Acre

Acisa realiza entrega de cestas básicas para famílias na cheia

Publicado

em

A Campanha Solidária da Associação Comercial (Acisa) entregou 171 cestas básicas e fardos de água para famílias que tiveram suas casas atingidas pela enchente do rio Acre. A entrega foi realizada em parcerias com a Associação Olhar Diferente, que já trabalha no apoio às famílias carentes em diversos bairros da Capital.

A coordenadora da Campanha, Beatriz Figueiredo, diretora de Responsabilidade Social da Acisa, fez questão de agradecer as empresas e pessoas que fizeram sua doação para ajudar as famílias que mais precisam nesse momento.

Ela lembrou que a intenção é continuar a Campanha, de modo que mais empresas e pessoas tenham oportunidade de ajudar. “Nós sabemos que o momento é muito crítico. Vamos continuar nossa arrecadação. Quem quiser fazer sua doação pode procurar a sede da Acisa e entregar. Nós estamos de portas abertas para receber ajuda”, disse.

O presidente da Acisa, Marcello Moura, lembrou que o momento é de união e sensibilidade. Ele lembrou que, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas, os comerciantes fizeram questão de ajudar as famílias mais necessitadas.

A entrega das 171 cestas básicas e os fardos de água foi realizada no bairro 06 de Agosto, um dos mais afetados pela cheia do rio. A expectativa é que nos próximos dias, famílias de outros bairros sejam beneficiadas.

Continuar lendo

Acre

Nicolau faz doação de EPI’s e kits contra Covid-19 para o Juruá

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Nicolau Júnior, realizou na manhã deste sábado, 6,  em Cruzeiro do Sul, a entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e kits contra a Covid-19 para a campanha Juruá Solidário.

As doações foram entregues para a coordenadora da campanha e primeira dama de Cruzeiro do Sul, Lurdinha Lima. “Estamos agradecendo em nome de toda a população de Cruzeiro do Sul ao nosso deputado Nicolau Júnior que está dando essa força tanto na saúde quanto para as famílias atingidas pela enchente”, disse.

Entre os materiais entregues estão máscaras, aventais, toucas e álcool em gel que serão usados no combate e prevenção à Covid-19 no Juruá.

Também estavam presentes o secretário de saúde do município, Agnaldo Lima, e o secretário de planejamento Paulo Roberto da Silva.

Nicolau fez questão de destacar o trabalho da campanha Juruá Solidário e a solidariedade do povo de Cruzeiro do Sul. “Quero parabenizar o trabalho realizado pela prefeitura, isso aqui é uma pequena ajuda aos servidores da saúde que estão vacinando as pessoas e para os profissionais que estão na linha de frente atendendo os pacientes. O que posso dizer é que fico muito  feliz em poder ajudar neste momento tão difícil”, afirmou Nicolau.

Continuar lendo

Acre

MPF ajuíza ação para garantir alimentação a migrantes no Acre

Publicado

em

O Ministério Público Federal (MPF) propôs ação civil pública (ACP), com pedido de tutela de urgência, para determinar que a União, o governo do estado do Acre e a Prefeitura de Assis Brasil forneçam três alimentações diárias a todos os migrantes e refugiados na região. O MPF pede também que as refeições sejam diversificadas com valor nutricional e adequadas aos hábitos alimentares dos migrantes.

A ação assinada pelo procurador da República Lucas Costa Almeida Dias requer ainda que seja realizado levantamento sobre a existência de pessoas doentes, com necessidades especiais de alimentação para adequar o fornecimento a esse público.

De acordo com a ação, os migrantes e refugiados são pessoas completamente vulneráveis. A maioria é composta por mulheres, crianças e idosos que já vinham sofrendo sérias consequências da crise econômica agravada pela pandemia que restringiu ainda mais a mobilidade dessas pessoas com dificuldades em receber direitos básicos e assistência social.

A ACP pede ainda inspeção judicial na Ponte da Integração, em Assis Brasil, e nos abrigos.

Processo distribuído com o número 1001223-89.2021.4.01.3000 para o órgão 2ª Vara Federal Cível e Criminal da SJAC.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas