Conecte-se agora

MPF pede que Justiça Federal garanta direito de deficientes no Vestibular 2012 da UFAC

Publicado

em

O Ministério Público Federal no Acre (MPF/AC) entrou com ação civil pública na Justiça Federal para garantir a pessoas com deficiência o percentual mínimo de 5% das vagas em cada um dos cursos oferecidos pela Universidade Federal do Acre (Ufac) mediante o concurso Vestibular 2012.

A medida foi tomada após a Ufac não acatar Recomendação enviada pelo MPF/AC que visava, além de garantir as vagas para os deficientes, extinguir a exigência de Título de Eleitor também para menores de idade. Quanto ao Título de Eleitor a Ufac informou ao MPF que já teria regularizado a exigência para que apenas os maiores de idade tivessem que informar o número.

Quanto às vagas para pessoas com deficiência a Reitoria da Ufac informou que o tema ainda não estaria suficientemente discutido pelo Conselho Universitário e que não haveria obrigatoriedade de dispôr da cota. Porém, o próprio Conselho Universitário, por meio da Resolução 48/2010, legitimou a disponibilização das vagas para deficientes. O MPF assevera que este retrocesso no tratamento de  direitos sociais é arbitrário, além de flagrantemente inconstitucional.

A ação, assinada pelo procurador regional dos direitos do cidadão Ricardo Gralha Massia,  pede que a Justiça conceda decisão liminar obrigando a Ufac a alterar imediatamente o Edital, reconhecendo o entendimento anterior do próprio Conselho Universitário e passe a ofertar o mínimo de 5% das vagas para pessoas com deficiência. Também é pedido o estabelecimento de multa diária de R$ 30 mil em caso de descumprimento da decisão, além da obrigação de divulgar massivamente a alteração no Edital para que as pessoas com deficiência tenham conhecimento da mudança.

As informações são do site do MPF/Acre

Acre

Homem morre ao receber descarga elétrica em cooperativa de açaí

Publicado

em

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada na manhã desta terça-feira, 19, para atender uma ocorrência de incêndio na Cooperativa de Açaí situada no bairro Floresta Sul, em Rio Branco. Porém, quando chegaram ao local, os militares verificaram se tratar de um corpo carbonizado que estava dentro da subestação de alta tensão da empresa, por isso a fumaça avistada por populares.

A Polícia Militar e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados. A companhia de energia também foi acionada e fez o desligamento da rede elétrica do ambiente para segurança dos profissionais que fizeram fazer a retirada do corpo.

A vítima estava sem documentos e por isso não foi possível fazer a identificação da mesma. A perícia irá apurar as causas da morte. A priore, a Cooperativa se encontra desativada. O Corpo de Bombeiros acompanhou a ocorrência no local.

Continuar lendo

Acre

Com um mês no cargo, Gladson troca diretor do Procon do Acre

Publicado

em

Durou muito pouco a passagem do Rodrigo Fernando Rodrigues como diretor do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (PROCON). Praticamente um mês depois de sua nomeação, ocorrida no último dia 9 de setembro, na edição do Diário Oficial desta terça-feira, 19, Gladson exonera Rodrigo.

Na publicação, o governador nomeia para o lugar de Rodrigues, Adriane Ferreira Ximenes Rodrigues.

Gladson Cameli continuou usando com vontade a tinta de sua caneta. Além da mudança no Procon, o governador fez mais mudanças no governo, entre exonerações e novas nomeações. As mudanças principais aconteceram na Secretaria Estadual de Saúde.

Continuar lendo

Acre

Publicada redução da passagem de ônibus no Diário Oficial

Publicado

em

Foto: Sérgio Vale/ac24horas

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), publicou nesta terça-feira, 19, no Diário Oficial do Estado (DOE) o decreto que permite a redução da tarifa de R$ 4,00 para R$ 3,50 do transporte coletivo da capital.

Segundo o decreto, as tarifas estabelecidas por este decreto entra em vigor, 05 dias úteis após a sua publicação no Diário Oficial, conforme o parágrafo único do art. 107 da Lei Orgânica do Município de Rio Branco, cabendo à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (RBTRANS) e empresas operadoras, desde logo, a adoção das medidas que se fizerem necessárias para o cumprimento deste Decreto.

Segundo a Lei, a redução tem validade até 30 de junho de 2022, enquanto estiver vigente a Lei Complementar nº 118, que permitiu a destinação de R$ 2,4 milhões ao sistema de transporte coletivo. Após essa data, caso o gestor queira manter a redução, a Prefeitura terá que sentar à mesa e realizar um novo aporte ao sistema do transporte coletivo.

Desses R$ 2,4 milhões, 91,87% serão destinados ao pagamento de verbas salariais em atraso das empresas, referente ao período de dezembro de 2020 a abril de 2021, devidamente demonstrado por meio de extrato bancário ou outro meio juridicamente plausível e 8,17% será destinado ao Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Passageiros e Cargas do Estado do Acre (SINITPAC), para pagamento parcial dos débitos decorrentes dos descontos em folha dos trabalhadores.

Continuar lendo

Acre

Bocalom oficializa saída de Pollyana do Saerb e Sheila como interina

Publicado

em

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), publicou nesta terça-feira, 19, no Diário Oficial do Estado (DOE) a exoneração de Pollyana Garcia Lima Souza, do cargo de diretora Presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb).

No DOE, o prefeito designou Sheila Andrade Vieira, secretária municipal de saúde (Semsa) para responder cumulativamente pelo cargo de diretora da Saerb, até ulterior deliberação.

Fontes do ac24horas revelaram à reportagem neste final de semana que dois fatores principais contribuíram para que a gestão de Pollyana frente à autarquia fosse encerrada.

O primeiro é a lentidão no processo de reversão do sistema de água e esgoto de Rio Branco do governo para a prefeitura e o segundo foi a relação ruim de Pollyana com alguns dirigentes e servidores. O ac24horas apurou que o desgaste era tamanho com os servidores ao ponto de na manhã desta sexta, 15, ocorrer uma discussão extremamente acalorada com uma funcionária.

Na carta de despedida, Pollyana conta que foi quem pediu sua exoneração, apesar do prefeito ter resistido. Enalteceu que sua saída foi totalmente amigável e diz que deu o melhor com as ferramentas que dispunha.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas