Conecte-se agora

Sistema carcerário do Acre não acompanhou evolução tecnológica

Publicado

em

Entrada de dinheiro alimenta o tráfico de drogas
e de influência dentro dos presídios

Depois da série exclusiva editada pelo ac24horas, sobre a situação precária do presídio de Cruzeiro do Sul, o presidente do Tribunal de Justiça do Acre, Adair Longuini visitou as instalações da Unidade e ficou surpreso com o que viu. Na matéria de hoje, o ac24horas mostra a última reportagem da série e fala sobre a entrada de dinheiro que alimenta o tráfico de drogas e de influência dentro dos presídios.

Mais de 24 mil pessoas estão cadastradas para realizar visitas dentro dos presídios do Estado do Acre. Inaugurada há 27 anos, a Unidade Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco, passou por reformas, ampliação, mas não acompanhou a evolução tecnológica que é referência em outras capitais, para impedir crimes a partir das celas.

Durante as visitas, a falta de segurança começa na entrada ao presídio. A falta de equipamentos para realização de raios-X do visitante [exposto a um tipo de revista ultrapassada], permite a entrada de drogas, telefones celulares e outros tipos de produtos não permitidos. Segundo dados do Instituto de Administração Penitenciária do Acre [IAPEN], em média, por semana, 2.600 pessoas visitam parentes, amigos e conjugues nos presídios, somente na Unidade Francisco de Oliveira Conde.

Ainda segundo os agentes penitenciários, durante as visitas intimas não existe privacidade. “Um lençol é utilizado como parede, mas o barulho das relações sexuais é compartilhado por crianças, pessoas de idade, visitantes e companheiros de celas”, revela.

A falta de um local apropriado para as visitas intimas, leva a prostituição para dentro das unidades de prisão do Acre. A ineficácia, aliada a permissão para entrada de dinheiro é uma mistura ideal para o tráfico de drogas e de influência dentro das celas.

– O tráfico de drogas permite que a moeda de troca intramuros seja a mesma que acontece fora dos presídios, aumentando as tentativas de corromper os profissionais que trabalham no sistema – disse um agente penitenciário.

Há informações de que os presos estão trabalhando como verdadeiras agências financeiras. Emprestando dinheiro a juros. Os chefões, que também lideram redes de tráficos, são conhecidos como “agiotas das cadeias”, tudo com o consentimento do Estado.

– Os presos recebem colchão, tem café, almoço, janta. E então por que a entrada de dinheiro? – questionam os agentes penitenciários.

Obras das novas penitenciárias estão paralisadas por falta de dinheiro

O projeto de entrega das novas penitenciárias previsto para o final do ano está prejudicado pelos cortes de R$ 50 bilhões no Orçamento Geral da União. O presídio Francisco de Oliveira Conde foi construído para abrigar 600 reeducandos, mas abriga 2000 homens a mais do que sua capacidade. Dos 2.600 presos, apenas 123 estão trabalhando e 150 trabalham em regime semiaberto.  No pavilhão feminino, a situação não é diferente, a capacidade é de 90 presos, mas existem 184.

Jairo Carioca – da redação de ac24horas
[email protected]

Acre

Homem que divulgava blitz em WhatsApp é preso no Acre

Publicado

em

Um homem foi preso em flagrante nesta quinta-feira, 27,  pela Polícia Militar do Acre  quando parou próximo à uma blitz e divulgou em grupos de Whatsapp a operação policial que era realizada próximo ao Igarapé Preto, na cidade de Cruzeiro do Sul.

Segundo o artigo 265 do Código Penal, o  crime em questão é o de atentado contra o serviço de segurança pública, com pena prevista de reclusão de 1 a 5 anos e multa.

O comandante do Pelotão de Trânsito da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, tenente Robson Belo, conta que ao ser indagado pelos policiais, o rapaz confessou o crime e mostrou as mensagem e os grupos em que postava os locais onde a PM faz as abordagens a motoristas. O militar avisa que os demais participantes dos grupos também serão investigados.

“Estamos realizando a operação Relâmpago II  com o intuito de melhorar a segurança viária e  somos surpreendidos por condutas como esta. Agora que tivemos acesso ao celular do rapaz, estaremos apresentando todos os números que estão nesses grupos para a investigação e punição dos envolvidos. Condutas como esta acabam por retirar a eficiência das operações e deixam os criminosos livres para circular” afirmou o tenente.

Ainda durante a Operação Relâmpago II,  a PM recuperou uma moto roubada e prendeu um homem com uma arma de fogo falsa, um simulacro.

Continuar lendo

Acre

Congelamento de ICMS dos combustíveis no Acre será mantido

Publicado

em

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) decidiu nesta quinta-feira (27) prorrogar até 31 de março de 2022 o congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF) do ICMS sobre os combustíveis. No Acre, o governo já havia adiantado ao ac24horas que não descongelaria o imposto e referendou a medida, alinhada com o que propõe o governo federal, com o voto no Confaz.

A decisão do Confaz foi por unanimidade, com voto favorável dos 27 secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal. O congelamento do PMPF, que serve de base de cálculo do ICMS a ser recolhido sobre o preço final da gasolina, diesel e etanol, foi decidido inicialmente em 29 de outubro de 2021, em decisão do Confaz, com validade até 31 de janeiro. A decisão desta quinta-feira mantém inalterado por mais 60 dias o PMPF vigente em 1º de novembro de 2021, que terá sua validade estendida até 31 de março.

A questão dos preços dos combustíveis e o congelamento do PMPF tem sido amplamente discutida nos últimos dias. Nesta quarta-feira (26), o Fórum dos Governadores divulgou nota recomendando a aprovação do congelamento do PMPF como uma medida provisória para contribuir com o controle dos aumentos dos combustíveis. Os governadores defendem, porém, que sejam criadas soluções estruturais para a estabilização dos preços dos combustíveis, como um fundo de equalização de preços.

Os secretários de Fazenda, por meio do Comitê Nacional dos Secretários de Fazenda dos Estados e do Distrito Federal, entendem que só o congelamento do ICMS não é suficiente para impedir os reajustes dos combustíveis, visto que os elementos centrais dos aumentos são a variação do dólar e a política da Petrobras de paridade com o mercado internacional do petróleo.

O Comsefaz apoia a criação do fundo de equalização como forma de evitar que os reajustes do barril de petróleo no mercado internacional sejam repassados para o preço final dos combustíveis, como tem ocorrido, gerando os aumentos frequentes.

Continuar lendo

Acre

Acre confirma 302 novos casos e uma morte por Covid-19 em 24h

Publicado

em

O estado do Acre confirmou 302 novos casos de infecção por coronavírus nesta quinta-feira, 27 de janeiro. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (DVS), o número de infectados subiu para 96.834 em todo o estado.

Um óbito foi registrado nesta quinta, fazendo com que o número oficial de mortes por covid-19 suba para 1.861 em todo o estado. Trata-se de T.C.G, de 80 anos, natural de Rio Branco, que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento do 2° Distrito no dia 24 de janeiro de 2022.

Até o momento, o Acre registra 271.692 notificações de contaminação pela doença, sendo que 174.487 casos foram descartados e 371 exames de RT-PCR seguem aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen). Pelo menos 88.164 pessoas já receberam alta médica da doença, sendo que 54 seguiam internadas até o fechamento deste boletim.

Os dados da vacinação contra a covid-19 no Acre podem ser acessados no Painel de Monitoramento da Vacinação, disponível no endereço eletrônico: http://covid19.ac.gov.br/vacina/inicio. As informações são atualizadas na plataforma do Ministério da Saúde (MS), ficando sujeitas a alterações constantes, em razão das informações inseridas a partir de cada município.

Continuar lendo

Acre

Em ano de eleição, Gladson troca comando do PS e das UPAS

Publicado

em

O governador Gladson Cameli está fazendo mudanças na direção das principais unidades de saúde do estado meses antes das eleições de 2022. Após mudar a direção da UPA da Sobral nesta quinta-feira, 27, a próxima mudança é na gerência do Pronto-Socorro de Rio Branco.

Na maior unidade de urgência e emergência do estado, a médica Carolina Pinho, mesmo com uma gestão elogiada, vai ser trocada pela atual diretora da UPA Via Verde, Dora Vitorino, que se destacou na chefia da unidade quando a UPA, também conhecida como UPA do 2º Distrito, se tornou referência no combate à Covid-19.

Pelo que apurou o ac24horas é possível que haja também mudança na direção da UPA da Cidade do Povo. Das principais unidades de saúde do estado, apenas a Fundação Hospitalar deve manter a atual direção.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Content is protected !!