Conecte-se agora

CONDENADOS AO PURGATÓRIO

Publicado

em

Pastores são afastados acusados de “trair Jesus Cristo”
por não apoiar a candidatura de filho de dirigente
maior da Igreja Assembléia de Deus

Ray Melo,
da redação de ac24horas
[email protected]

Um grupo de pastores da igreja Assembleia de Deus estaria sendo condenado ao “purgatório acusado de “trair Jesus Cristo”. Os líderes religiosos estariam sendo apontados como responsáveis pelo fracasso dos evangélicos na disputa eleitoral em Rio Branco.

A derrota do candidato Marcos Lima (PSDC), filho do pastor Luiz Gonzaga, líder maior da Assembleia de Deus na capital, seria o principal motivo da demissão sumária de pastores de área, que teriam negado apoio ao nome apresentado pelo líder maior da igreja.

Acusados de traição durante uma reunião, após a divulgação do resultado da votação, os pastores foram “convidados” a colocarem seus cargos à disposição de Luiz Gonzaga, estremecendo as bases da igreja que possui mais de 15 mil fiéis cadastrados.

A inquisição moderna foi promovida pela denominação evangélica que está acostumada a participar ativamente dos processos políticos no Estado, elegendo representantes para a Câmara Municipal de Rio Branco e Assembleia Legislativa do Acre.

A morte, em 2010, do presidente da Câmara, vereador Jessé Santiago, deixou a igreja sem um representante no legislativo mirim. Santiago contava com o apoio incondicional dos fiéis e líderes religiosos. O mesmo não se repetiu com Marcos Lima.

Tido como “playboy” por alguns líderes, o filho de Luiz Gonzaga não deslanchou na preferência dos pastores e de grande parte dos fiéis. Vários pastores lançaram candidaturas, melando as pretensões de “Gonzagão”, que respondeu com o afastamento dos “traidores de Cristo”.

O pastor Elias Rates, que lançou a candidatura de sua esposa Marilza Brás (PSB), foi um dos pastores afastados por Luiz Gonzaga. As candidaturas de Regimar da Radar (PSB) e Raimundo Bezerra (PSB) também foram vistas como entrave para Marcos Lima ser abençoado com uma cadeira no parlamento mirim de Rio Branco..

Segundo Marilza Brás, “o pastor Cleilton, pastor Ivan e o pastor Sebastião Soares também estariam sendo retirados dos cargos”. Os pastores de área são remunerados pela Assembleia de Deus. O afastamento seria o mesmo que uma demissão, já que os dirigentes ficarão sem os salários.

Decisão cautelosa para não prejudicar a igreja

Por telefone, a coordenadora do Círculo de Oração, no Departamento de Mulheres da Assembleia de Deus, Marilza Brás informou que todas as decisões que envolvem o afastamento dos pastores estão sendo feitas com cautela para não prejudicar a igreja.

“Estamos tomando os cuidados necessários para que não se torne um mau exemplo. A igreja é um lugar de refugio, que não seria para envolver questões ligadas à política. Temos a missão de levar o conforto espiritual para as pessoas, não fazer política partidária”, enfatiza.

Segundo a religiosa, o afastamento dos pastores “é um absurdo que acontece a revelia do fugiu do regimento interno”. Marilza Brás informou ainda, que na quarta-feira, 17, deverá acontecer uma reunião com todos os afastados dos cargos para definir um posicionamento.

Candidaturas da Assembleia de Deus

A questão das candidaturas da Assembleia de Deus foi construída num ambiente de muita dúvida. Num primeiro momento, os dirigentes da igreja não teriam colocado qualquer imposição na pulverização de candidaturas de religiosos e líderes.

No mês de novembro do ano passado, teriam se iniciado as negociações sobre as candidaturas apoiadas pelos pastores da agremiação. Marilza Brás informou que teria conversado com vice-presidente da igreja, já que não foi atendida por Luiz Gonzaga.

O vice-presidente não teria feito objeções a respeito de sua candidatura. Num segundo momento, os pastores foram surpreendidos pela escolha dos nomes do pastor Bezerra e de Marcos Lima, como candidaturas oficiais do presidente Luiz Gonzaga.

“Sem passar por uma escolha entre os membros na liderança da igreja, o pastor Luiz Gonzaga optou pelos dois, mas não seria contra nenhum dos que se apresentaram como candidatos. Depois da campanha veio à repreensão. Ele afirmou que as outras candidaturas descaracterizavam a possibilidade da igreja eleger um representante”, destaca Marilza Brás.

Crime e castigo

A punição seria um tipo de correção para os pastores que não tinham apoiado o projeto da igreja. “Ele está querendo coagir a igreja. Sabemos que a igreja não foi criada com este objetivo. Os punidos não perderam a credencial de pastores. Eles perderam os cargos de pastore de área, o que possibilita o contato direto com a comunidade”, diz Marilza.

Os pastores teriam sido afastados sem nenhum direito trabalhista. “Muitos dependem do cargo. Os dirigentes fizeram como uma forma de pressionar para que futuramente, os pastores se submetam e não questionem as escolhas políticas”, diz a religiosa, informando que teria um trabalho de mais de 30 anos, na Assembleia de Deus.

Além dos quatro pastores, já afastados dos cargos, outros estariam na mira dos líderes da igreja.

 O outro lado

A reportagem tentou por diversas vezes, falar com o presidente da Assembleia de Deus, Pastor Luiz Gonzaga, para saber sua versão dos motivos do afastamento dos pastores de área. Na sede da igreja, um atendente disse que o dirigente estaria em reunião e não poderia atender.

Em ligação telefônica ao número (68) 3228-0065 – do templo central, mais uma vez veio à informação de que o líder religioso permanecia em reunião.

 

 

Acre

Influenciadoras do Acre participam do São João da Thay, no Maranhão

Publicado

em

O São João da Thay, evento que reúne várias celebridades, com shows de artistas nacionais como Alcione, Juliette, Glória Groove e Zé Felipe, acontece nesta terça-feira, 28, no Multicenter Sebrae, em São Luís no Maranhão.

As Influenciadoras digitais Gleice Damaceno, Jéssica Ingrede, Juh Vellegas, Maxine Silva, Iasmyne Sampaio, Emilly Aguiar e Rebeca Aguiar representam o Acre, nesta badalada celebração que também é aliada a causas sociais, com a ajuda ao Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Participando pela pela terceira vez da festividade, Jéssica Ingrede revelou na última semana que foi convidada exclusivamente para a atração. Nesta segunda, está junto com as outras influencers acreanas em um jantar de apresentação do evento junino.

“Pronta para o jantar do São João da Thay, tudo muito lindo e estou muito feliz em poder compartilhar com vocês este momento”, disse em seu Instagram.

Juh Vellegas chegou no domingo na cidade maranhense, junto com Emilly Aguiar e Maxine Silva. “Não estou ACREditando, cheguei São Luís”, destacou.

A atriz e vencedora do Big Brother Brasil 2018, Gleice Damaceno, também já está no aguardo da festa que é bastante conhecida em todo país. “Que comece este evento que eu amo participar”, declarou.

A quarta edição do tradicional São João da Thay, realizada pela atriz e blogueira Thaynara OG, este ano acontecerá em formato presencial, após o período de pandemia.

Continuar lendo

Acre

Ludmilla Cavalcante é internada no PS por crise de vesícula

Publicado

em

A Influenciadora digital do Acre Ludmilla Cavalcante, de 22 anos, está internada no pronto-socorro de Rio Branco por sofrer uma crise de vesícula com dores intensas. Conforme informações, Cavalcante deu entrada na unidade de saúde nesse domingo e nesta segunda-feira, 27, ainda se encontra em observação médica.

Informações relatadas ao ac24horas apontam que a influenciadora digital estaria ainda aguardando resultado de exames.

Na semana passada, Ludmilla reclamou a seus quase 300 mil seguidores no Instagram que teria passado mal devido a um problema que enfrenta no esôfago e estava bastante debilitada com crises de vômitos, dores e muito mal estar.

Até o início da noite desta segunda, a blogueira não deu detalhes sobre sua passagem pelo Pronto-Socorro.

Continuar lendo

Acre

Casai passa por reforma e ampliação com emenda de Mailza

Publicado

em

A Casa de Saúde Indígena do Acre (Casai) está sendo reformada e ampliada com uma emenda de R$ 1 milhão da senadora Mailza (Progressistas-AC). A parlamentar acompanhada do chefe da unidade, Reginaldo Rodrigues da Silva e equipe do Distrito Sanitário Especial Indígena (DISEI) Alto Rio Purus, vistoriou as obras do local, referência no atendimento aos indígenas de todo o Acre. A unidade recebeu um investimento de R$ 2,1 milhões com uma contrapartida de R$ 1,2 milhão do Governo Federal.

Mailza destacou que todo este trabalho é uma obrigação como parlamentar e que, desta forma, tem defendido fortalecer a saúde indígena, pois é a partir daí que irá proporcionar condições para defender os demais direitos.

“Eu me lembro de quando estive aqui em 2019 e vi o quanto precisava dessa ampliação. Me comprometi e hoje para mim, não é só uma reforma. É um sonho realizado saber que nossos indígenas terão mais conforto num momento delicado, longe de suas terras, seus costumes, suas tradições. E saber que estamos oferecendo melhores condições para eles, faz toda a diferença”, destacou.

A reforma prevê ampliação de um bloco administrativo, melhorias nas estruturas de alojamento comum e de isolamento, além das salas de atendimentos de saúde. Com as obras, será possível sanar problemas de climatização, vazamentos e outros detalhes nos banheiros interditados, além de melhorar a cozinha. O espaço não passa por reformas desde 2014.

Atualmente, a Casai atende os indígenas dos DSEI Alto Rio Purus e Alto Rio Juruá, além de casos referenciados do Envira. Ao todo, 120 pessoas, entre pacientes e acompanhantes, são atendidos na unidade.

As obras seguem em ritmo acelerado. “Estamos trabalhando para entregar o mais breve possível nós queremos cumprir a meta estabelecida até dezembro“, disse o engenheiro civil responsável, Mateus Pontes.

Estavam presentes o gestor de Saúde Indígena da Sesacre, Vanderson Brito, a chefe da Divisão de Atenção à Saúde Indígena (DIASI) do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) do Alto Rio Purus (ARP), Silviana Amaral; o chefe do Serviço de Edificações e Saneamento Ambiental Indígena – SESANI – DSEI/ARP, José Carlos Lira e o assistente administrativo do DSEI/ARP, Guilherme Miguel Teixeira.

Continuar lendo

Acre

Alan Rick entrega equipamentos ao PS e veículo para Associação Cristã

Publicado

em

O deputado federal Alan Rick (União Brasil) entregou nesta segunda-feira, 27, três mesas cirúrgicas e três focos cirúrgicos para o Pronto Socorro de Rio Branco. Os equipamentos foram adquiridos pelo governo do Estado, através da Secretaria de Saúde – SESACRE, com parte do recurso de emenda destinada pelo parlamentar no valor de R$ 500 mil. Nos próximos dias, ainda será entregue um ventilador pulmonar e uma caminhonete, também frutos de emenda do deputado.

A diretora do Pronto Socorro agradeceu a sensibilidade de Alan Rick diante da necessidade de estruturar o centro cirúrgico do hospital. “Esses equipamentos vão nos ajudar muito, vão agilizar as cirurgias. A gente só tem a agradecer ao deputado por essa emenda que garantiu a compra desses equipamentos que chegam em boa hora.” – disse.

A diretora de planejamento da Secretaria de Saúde, Alissandra Santos, explicou que a emenda foi destinada em 2019 e agora, após os trâmites burocráticos, a entrega se concretiza. “As unidades carecem dessa estruturação e o Alan é a mão amiga da saúde, que nos atende, que nos acolhe e a gente tem conseguido graças a Deus correr atrás da execução das emendas e a resposta é essa. Os equipamentos estão chegando, estão estruturando e vem mais por aí” –afirmou.

Alan Rick também já garantiu R$ 1,4 milhão para aquisição de equipamentos e veículos para o mutirão de cirurgias.

“Responder a necessidade do Pronto-Socorro com esses equipamentos que vão aumentar a capacidade de atendimento me dá muita alegria. Ajudar a nossa população é a minha missão e eu tenho dedicado o meu mandato a melhorar a rede de atendimento de saúde do nosso estado e dos municípios. Graças a Deus podemos entregar, hoje, essas mesas e focos cirúrgicos que vão ser fundamentais para o nosso PS” –concluiu.

Veículo para a ACALFA

A Associação Cristã Alfa (ACALFA) recebeu, nesta segunda-feira, 27, o segundo veículo, fruto de emenda destinada pelo deputado federal Alan Rick ao fortalecimento da rede de assistência social do Acre. Ao todo, 15 veículos foram entregues a entidades de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, frutos de emendas do parlamentar que somam R$ 3,5 milhões. O recurso também contempla a aquisição de equipamentos que têm previsão de entrega para esta semana.

São 20 entidades beneficiadas, entre elas instituições não governamentais e da própria rede de assistência do estado.

Continuar lendo

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Leia Também

Mais lidas

error: Conteúdo protegido!